Tel.: (24) 3343-1606 | 3342-4320
Filiado a Fisenge
Sindicato dos engenheiros de Volta Redonda - RJ


SENGE INFORMA – Nº 10/2017 – REFORMA TRABALHISTA EM TRAMITAÇÃO

REFORMA TRABALHISTA EM TRAMITAÇÃO

1) ACORDO COLETIVO:

Possibilita a formação de comissões de fábrica com trabalhadores sem estabilidade e com ameaças de demissão. Vide comissão da PLR.

2) NEGOCIADO/LEGISLADO: 

O negociado prevalecerá sobre o legislado, rasgando a CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas).

3) MPT → MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

Procuradores criticam a reforma trabalhista que contraria a lei e fragiliza o trabalhador. Propõem rejeição total do texto. (Fonte: RBA)

São Paulo – As alterações propostas pelo governo na reforma trabalhista “contrariam a Constituição Federal e as convenções internacionais firmadas pelo Brasil, geram insegurança jurídica, têm impacto negativo na geração de empregos e fragilizam o mercado interno”, afirma o Ministério Público do Trabalho.

4) TRT → TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO – 6ª REGIÃO

“Se os trabalhadores tivessem noção da Reforma Trabalhista proposta pelo governo, a greve do dia 28 de abril seria por prazo indeterminado”.

5) PALAVRA DO PAPA FRANCISCO NA REFORMA:

O clamor do Papa junto ao nosso Presidente que esquece dos mais pobres “confiar nas forças cegas e na mão invisível do mercado, em um momento em que o governo tenta aprovar reformas econômicas para garantir a confiança dos investidores”.

6) TRABALHADORES ENGENHEIROS (AS):

Vocês estão preparados para sentar diretamente com suas empresas, a exemplo da CSN e negociar o Piso Salarial dos Eng.ºs, PLR, Periculosidade, Insalubridade, bonificação de férias, jornada de trabalho, salário, plano de saúde e outros. Sem estabilidade no emprego???

7) QUEM VAI DECIDIR POR VOCÊS ENG.ºS?

Em Brasília, o Governo, Senadores, Deputados e as principais lideranças político/partidárias que estão sob investigação. Estes mesmos investigados é que estão tocando as reformas do Trabalho, Previdência e Terceirização (já aprovada a toque de caixa).

DIA 28 DE ABRIL VAMOS PARAR!!!

NÃO AS REFORMAS

Boletim Senge Informa 10

Voltar