Tel.: (24) 3343-1606 | 3342-4320
Filiado a Fisenge
Sindicato dos engenheiros de Volta Redonda - RJ


SENGE INFORMA – Nº 06/2018 – DIA INTERNACIONAL DA MULHER!

Na semana do Dia Internacional da Mulher, vamos refletir sobre as diferenças que ainda existem entre homens e mulheres no mercado de trabalho. Segundo pesquisas do IBGE-Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, temos hoje no brasil 190 milhões de pessoas e 51% da população brasileira são mulheres, 54% das matrículas nas universidades são mulheres, contribuímos com 41 % na renda familiar.

Estamos mais preparadas, capacitadas e ainda assim, nas empresas ocupamos apenas 11% nos cargos de decisão. Além disso, mulheres recebem 76% do salário dos homens tendo como base os vários níveis de hierarquia. Na região sul fluminense que é basicamente industrial, representamos somente 36% dos postos de trabalho. Diante desse cenário, vemos que as empresas deixam de usufruir do talento feminino.

A retração do PIB-Produto Interno Bruto, e consequentemente a crise que estamos enfrentando, reduz muito para a rentabilidade das famílias e principalmente daquelas que são chefiadas por mulheres. Sabe-se que 19% das mulheres são autônomas, o empreendedorismo tem sido uma boa saída para driblar as dificuldades enfrentadas pelas mulheres todos dos dias.

Já tivemos muitas conquistas, mas ainda existem muitos desafios a ser alcançados além da igualdade de salários. Casos de assédio moral ou sexual devem ter a tratativa adequada, e ser combatido veementemente nas instituições. Vencer os preconceitos e superar tabus impostos pela sociedade, como a responsabilidade de cuidar da casa e dos filhos, que ainda é atrelada somente a mulher.

É fato, que a mulher gasta 3 vezes mais tempo cuidando das tarefas domésticas do que os homens. Isso nos impõe um grande desafio: Administrar o tempo e conciliar a carreira com a vida familiar.

Políticas Públicas voltadas para mulheres são fundamentais para reduzir essa disparidade no mercado de trabalho, como exemplo podemos citar: Certificado de pagamento igualitário para empresas que empregam homens e mulheres, creches em tempo integral e convenções coletivas com metas de ampliar os postos de trabalho preenchido por mulheres.

O famoso, Empoderamento Feminino, também deve ser utilizado na hora das negociações, valorizando suas potencialidades e fomentando nossos ideais. O sucesso para mulher atual é ser protagonista de suas carreiras e conquistar todos os seus sonhos, com trabalho duro, doçura no olhar e um lindo sorriso no rosto.

ALLINE OLIVEIRA GONÇALVES

Voltar